20 de set de 2010

Mudanças.

(Cena do filme "Peter e Vandy".)

Corpos em movimento. Mudanças constantes de pensamento, de personalidade. Nada é eterno e tudo é temporário. Eu tento me lembrar disso. É, eu tento, mas é tão difícil, tão... ah, perdi as palavras.

O cartão postal, o cartão de aniversário, vendo mensagens onde não tinha. Achei que você tinha pedido pra eu não esquecer - mas eu devia. E eu achei que você não iria esquecer, mas você esqueceu bem mais rápido que eu.
Mas eu mudei. Eu ainda lembro, e acho que não esquecerei jamais. Isso não me afeta tanto assim, nada mais me atinge. Eu me blindei, me fechei completamente para o amor. Aprendi a ser menos masoquista, a ser mais egoísta, aprendi a ser feliz. Foda-se o amor; eu não preciso mais dele.