23 de out de 2015

Às sete em ponto.



#nowplaying: Hello - Adele

O mundo fez toda a questão de me lembrar da data de hoje. Vinte e três de outubro. Talvez você não se lembre... É, provavelmente não. Até eu havia me esquecido por alguns anos... Mas hoje não. Hoje, quando eu olho para trás, eu vejo que deixei a amargura no passado. Afinal, a vida é feita de primeiras vezes. E eu não poderia ter escolhido melhor meu mergulho de estreia naquele vinte e três de outubro. 
Depois de tanto tempo, vários flashes daquelas horas vêm à minha cabeça. Só me lembro do que minha mente me permite lembrar. Do calor nostálgico daqueles momentos. Da minha cabeça jovem e inconsequente. Teoricamente profanando no território teoricamente sagrado. Na ironia religiosa escondida no símbolo capitalista que muita gente desconhece. Nosso canto.
No fundo, eu gostaria que você se lembrasse. Mas se lembrasse assim, como eu. Com o sabor de chiclete de melancia daquele momento que dividimos e com uma história divertida para contar para nossos amigos numa mesa de bar.
Já não somos mais jovens.
Já não somos os mesmos.
Mas de onde eu estou, eu grito: você se lembra?
Porque o mundo fez questão de me lembrar daquele vinte e três de outubro, e essa data só faz sentido para mim.
Muito obrigado por tudo. Até algum dia. E me desculpe pelas inconveniências.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, e me deixe saber o que você achou. Sua opinião é importante pra mim! ;)